INFLUÊNCIA DE DIFERENTES TEMPOS DE PAUSA NO DESEMPENHO DE SPRINTS REPETIDOS MÁXIMOS NO CICLOERGOMÉTRICO

Rebeca Baptista Fonseca Viana, Adrieli da Silva Martins, Victor Felipe de Assis, Ana Carolina Corsi Pereira, Elisângela Silva, Wagner Zeferino de Freitas

Resumo


Introdução: Sabe-se que o monitoramento do tempo de pausa durante um treinamento é de suma importância para o rendimento do executante, podendo, inclusive, monitorar o desempenho do mesmo durante a atividade. Objetivo: O objetivo do presente estudo foi de verificar a influência de diferentes tempos de pausa no desempenho de sprints repetidos máximos no ciclo ergômetro. Metodologia: A amostra do estudo foi composta 11 homens ativos, universitários do curso de Educação Física do Sul de Minas Gerais, com idade média de 24,2 ± 2,1 anos, peso 72,4 ± 3,5 kg e estatura 175 ± 2,3 cm. Os testes foram realizados em um ciclo ergômetro (Biotec 2100 da CEFISE). Os voluntários realizaram um protocolo por semana, sendo eles: protocolo com 2 minutos de pausa (P2min) e protocolo com 30 segundos de pausa (P30seg). Ambos os protocolos realizaram 10 sprints máximos de 6 segundos. O desempenho dos voluntários foi monitorado através da máxima velocidade obtida em cada sprint. Para análise estatística fez-se o uso da média, desvio padrão, Shapiro-Wilk e Anova Two-way no SPSS-21, adotando-se p<0,05. Resultados: Partindo do princípio que ambos os grupos apresentaram uma distribuição normal para as velocidades iniciais, constatou-se uma diminuição significativa na velocidade do sexto ao décimo sprint de P30seg quando comparado com o P2min. Com relação a análise intragrupo, apenas o P30seg exibiu uma redução significativa na velocidade dos sprints 6, 7, 8, 9 e 10 quando comparado ao valor inicial. Conclusão: Conclui-se que quanto maior o tempo de pausa, maior a manutenção do desempenho. Aplicabilidade Prática: O entendimento correto do dimensionamento do tempo de pausa e sua implicação no comportamento do desempenho em sprints repetidos máximos, proporciona ao treinador prescrever treinos com características predominantemente mais fosfagênios ou glicólicos,

dependendo da capacidade biomotora almejada.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)
Pró-Reitoria de Extensão (PROEX)
Avenida Vicente Simões, nº 1111 - Nova Pouso Alegre
Pouso Alegre-MG
CEP: 37550-000