A PLURALIDADE CULTURAL NAS AULAS DE EDUCAÇÃO FÍSICA NA EDUCAÇÃO INFANTIL: TRANSFORMANDO A AÇÃO NO COTIDIANO

Luma Benjamim Miliozzi, Vinícius Luis Da Silva, Joice Mayumi Nozaki

Resumo


Introdução: O Brasil é um país repleto de diversidades e de riquezas culturais, o que nos permite dialogar com diferentes costumes e tradições cotidianamente. A pluralidade cultural é um dos temas transversais presentes nos Parâmetros Curriculares Nacionais, que é de suma importância de ser desenvolvido no ambiente escolar, pois pode estimular a discussão e a reflexão do ensino a partir de diversas culturas, as quais devem ser discutidas constantemente no processo de formação discente e docente para ampliar a sua gama de aprendizagens e conhecimentos. Objetivo: Este trabalho tem como objetivo apresentar um relato de experiência sobre a implementação de uma proposta de ensino para a Educação Infantil pautada nos jogos e brincadeiras de diferentes culturas para estimular a convivência e a cooperação entre os alunos. Metodologia: Este projeto de intervenção foi desenvolvido a partir de uma situação-problema apresentada no estágio, onde os alunos tinham dificuldade de conviver e cooperar entre eles durante as aulas. Desta forma, construímos uma proposta de ensino que se apoiava num tema desconhecido pelos alunos que era: pluralidade cultural, e num tema mais próximo da realidade dos alunos: jogos e brincadeiras, que foram desenvolvidos através de três blocos que abordam os temas: cultura indígena (músicas, lutas, ritmos e expressões corporais), cultura europeia (costumes e influências), e a cultura africana (África, suas etnias, animais e elementos que simbolizavam a sua vinda ao Brasil). Participaram desta intervenção a turma G4, que tinha treze alunos, com idades de três a quatro anos, composto por meninas e meninos. Utilizamos como instrumentos de coleta e avaliação a observação (filmagem das aulas) para que acompanhássemos os alunos, mostrando os comportamentos manifestados por eles e as mudanças que ocorreram durante essas aulas no estágio; e a a roda de conversa no final de todas as aulas, questionando os alunos para ver o que eles assimilaram sobre as três culturas. Resultados: Os resultados evidenciaram que os alunos conseguiram aprender os conteúdos desenvolvidos nas aulas referentes às três culturas, e que a convivência entre os alunos melhorou muito, pois eles aprenderam: a se ouvir, a se respeitar mais, a brincar juntos, além de se ajudarem e cooperarem durante as atividades quando era necessário. Conclusão: Concluímos que os alunos compreenderam bem a cultura indígena, europeia e africana, pois os mesmos relembravam constantemente as músicas, as brincadeiras, as palavras e as falas sobre cada cultura aprendida a todo o momento. Aplicabilidade prática: Esse relato apresenta uma possibilidade de intervenção da Educação Física na Educação Infantil com o tema Pluralidade Cultural e mostra que trabalhar com temas transversais entrelaçados com conteúdos da Educação Física podem auxiliar na resinificação das atitudes e valores que são construídos durante as aulas na Educação Infantil


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)
Pró-Reitoria de Extensão (PROEX)
Avenida Vicente Simões, nº 1111 - Nova Pouso Alegre
Pouso Alegre-MG
CEP: 37550-000