VIVÊNCIA DOS ALUNOS DO ENSINO MÉDIO COM ESTUDANTES DE EDUCAÇÃO FÍSICA: UMA EXPERIÊNCIA TRANSFORMADORA NO IFSULDEMINAS/MUZAMBINHO

Joice Mayumi Nozaki, Graziela Pascom, Ricardo Aparecido Avelino

Resumo


Introdução: Os conhecimentos da Educação Física (EF) reconhecem que os saberes que envolvem o corpo e o movimento possuem dimensões biológicas, cognitivas, históricas, afetivas, linguísticas, estéticas, dentre outras, se expressam de forma indissociável. Nessa perspectiva é interessante que a EF proporcione reflexões, vivências e discussões sobre as manifestações da cultura corporal de movimento, relacionando diversos temas que dialogam com o cotidiano juvenil e as tecnologias.

Objetivo: Apresentar a experiência sobre a visita dos alunos do Ensino Médio (EM) nas oficinas do Cecaes realizadas pelos estudantes do curso de EF. Metodologia: O relato é oriundo das reflexões sobre corpo e sua construção nas aulas de EF: um corpo máquina ou um corpo que sente, pensa e age? No 1º bimestre de 2018 foi desenvolvido com os alunos do EM o tema corpo na contemporaneidade. Os professores discutiram esse tema através de diversas manifestações da cultura corporal de movimento, estratégias metodológicas e diferentes abordagens de ensino que condiziam com a necessidade de aprendizagem das turmas. A finalização, os alunos analisaram como essa construção do corpo é realizada na sociedade, fora das aulas de EF. Em função disso, organizamos uma visita dos alunos do EM no Cecaes, construída e elaborada pelos estudantes do curso de EF do IFSULDEMINAS/Muzambinho, proporcionando diversas práticas corporais (esportes com raquetes; práticas aquáticas; rugby; esportes de aventura e jogos recreativos) e estimulando a reflexão da construção de corpo que ocorre na atualidade e nos cursos de EF. Participaram da visita turmas do EM e Técnico dos cursos de Alimentos, Agropecuária e Informática, totalizando em média 500 alunos, sendo 59 do curso de Educação Física (Licenciatura e Bacharelado). As visitas ocorreram durante 5 dias, de 2ªf a 6ªf (07h00 às 11h00). Resultados: Os alunos participaram ativamente das atividades, conhecendo atividades nunca vivenciadas; conheceram o curso de EF, projetos de extensão que ocorrem no Cecaes; conheceram alunos do curso superior de EF (aproximando os alunos de ambos os cursos); relacionaram a construção desse corpo que pensa, sente e age durante as atividades vivenciadas; fortaleceram vínculos com os docentes de EF e a valorização desse componente. Conclusão: Essa ação dialoga com as propostas dos conteúdos da EF, respeitam as práticas docentes realizadas na escola e permitem que os alunos percebam a possibilidade de formar um corpo que sente, pensa e age também na EF. Compreendemos mais do que diversificar manifestações desenvolvidas nas aulas, conteúdos devem ser desenvolvidos de forma crítica e atribuir sentido e significado ao movimento humano e sua formação de corpo na totalidade. Aplicabilidade Prática: Utilização no EM nas aulas de EF, como estratégia de ensino para discutir o corpo contemporâneo, auxiliando no processo de formação inicial e prática possível e transformadora no ambiente escolar.


Apontamentos

  • Não há apontamentos.




Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Sul de Minas Gerais (IFSULDEMINAS)
Pró-Reitoria de Extensão (PROEX)
Avenida Vicente Simões, nº 1111 - Nova Pouso Alegre
Pouso Alegre-MG
CEP: 37550-000